ROUPAS DE CICLISMO FAZEM DIFERENÇA?

Atualizado: 17 de Jun de 2020

Partes fundamentais para se encarar as adversidades de #trilhas e estradas são as roupas para ciclismo. Elas possuem tecnologias e funções que ajudam a enfrentar diversas situações. Ou seja, as roupas para ciclismo devem ser encaradas como parte do equipamento.


E você, já conhece cada peça de roupa para ciclismo que vai ajudá-lo a pedalar com mais conforto esegurança? Confira, neste artigo, tudo sobre vestuário para bike!

STRONGERS na largada para um dos maiores eventos de MTB do planeta. Clique na imagem conheça o A GRANDE VOLTA e, sonhe!


CONHEÇA AS ROUPAS PARA CICLISMO QUE VOCÊ DEVE USAR


De longe as pessoas percebem um ciclista na via e na trilha, e não é só pela obviedade da bike, mas sim porque ele está com roupas específicas. Quem não pedala não sabe que esse visual diferente tem funções que um pedal exige.

BERMUDA

A primeira e principal peça para pedalar é feita em material leve, resistente e que não acumula suor. Além das vantagens que já garantem maior praticidade para pedalar, ela tem o perfil “grudado” justamente para facilitar seus movimentos, e não agarrar no selim.

Fora tudo isso, o principal aspecto que uma boa bermuda de ciclismo deve ter é o seu forro acolchoado. Essa parte serve para aliviar a pressão do seu peso na região apoiada em cima do selim, além de evitar assaduras.


CAMISA

As camisas de ciclismo seguem o padrão colado ao corpo também para melhorar a aerodinâmica que “corta o vento”, e fazer você ganhar mais velocidade. Além disso, elas são feitas em malha que não encharca de suor #gostrongers e mantém a temperatura do seu corpo. Os pontos altos dessa roupa para pedalar também ficam com cortes em áreas estratégicas, por exemplo, embaixo das axilas, para entrada de ar. Bolsos e faixas refletivas também são ótimos aliados nessas peças de roupas para ciclismo, que funcionam para reforçar a sua segurança no pedal.

CALÇA

Assim como as bermudas para ciclismo, a calça possui as mesmas vantagens e padrões dessas.

O diferencial é que a calça para bike não esquenta muito e pode até ser usada num dia de calor, se você não quiser as marcas de sol nas pernas.

Além disso, enquanto alguns modelos têm zíper na parte da canela, outros possuem silicone interno para não “subirem” durante o pedal. JAQUETA DE FRIO

Feita em material mais pesado e grosso, impede que o vento atravesse a roupa e esfrie seu corpo.

JAQUETA CORTA VENTO

Em material leve, que pode ser muito compactado, serve para dias em que o vento é forte, mas não tão gelado. Essa jaqueta não mantém o corpo aquecido.

JAQUETA CAPA DE CHUVA

Impermeável e serve para pedalar em dias chuvosos. Deve ser selada no zíper, para impedir que a água entre. Esquenta o corpo por ser totalmente vedada, mas protege da água.

MANGUITOS E PERNITOS

São partes removíveis usadas nos braços e pernas; podem ser levadas no bolso, caso faça frio ou muito sol — há modelos específicos para cada clima.

Essas roupas para ciclismo são alternativas se você não quer levar ou comprar uma jaqueta ou camisa de manga longa para pedalar. Porém, não esquentam da mesma maneira que essas peças próprias para frio.

MEIAS

As meias para ciclismo são feitas em material próprio para o esporte, e têm bom ajuste, que impede sujeiras de entrar em seu pé, durante o pedal.

Além do que, as meias para pedalar também têm tecido resistente, não acumulam tanto suor e dificilmente escorregam no tênis ou sapatilha.

Vale lembrar que há meias impermeáveis, opção para enfrentar percursos extensos que exigem proteção contra água de chuva, rios, lama, etc.

LUVAS

As luvas também são parte do vestuário de ciclismo, e devem ser usadas até nos passeios mais leves dentro da cidade.

Em lojas online você encontra muitas opções de luvas de dedo aberto e fechado e com acolchoamento na palma, para dar mais conforto ao segurar o guidão.

38 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube